seu conteúdo no nosso portal

Nossas redes sociais

Neudo Campos é preso em Brasília

O ex-governador de Roraima Neudo Campos (PP) foi preso na manhã de ontem, como resultado da Operação Praga do Egito, desencadeada há três meses pela Polícia Federal (PF).

O ex-governador de Roraima Neudo Campos (PP) foi preso na manhã de ontem, como resultado da Operação Praga do Egito, desencadeada há três meses pela Polícia Federal (PF).

Ele é acusado de participar de um esquema que fraudava a folha de pagamento de salários do Estado e provocou prejuízo comprovado de pelo menos R$ 320 milhões, montante que, na avaliação dos policiais, pode passar de R$ 1 bilhão.

O juiz da 2.ª Vara Federal de Boa Vista, Hélder Barreto, decretou também a prisão temporária de outras 56 pessoas, entre elas um ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) de Roraima e ex-deputados estaduais.

Até o fim da tarde, 40 pessoas tinham sido detidas em Boa Vista e cidades de Rondônia e do Amazonas – todas elas acusadas de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, peculato e sonegação fiscal.

Governador por dois mandatos, Campos é acusado de ter articulado em Roraima um esquema responsável pela montagem de uma folha de pagamento paralela da qual constavam os nomes de 5.500 funcionários fantasmas. Os salários desses “servidores” eram recebidos, por meio de procurações.

Compartihe

OUTRAS NOTÍCIAS

Médico que acumulava cinco cargos públicos é condenado por improbidade administrativa
Aposentada será indenizada em dano moral por cobrança de seguro não contratado
Distrito Federal é condenado a indenizar aluno ferido em escola pública