No Banner to display

- Atualizado em

Após representação, PSDB cobra pronunciamento sobre aumento da gasolina

 
 
 
O PSDB, que entrou com uma representação contra a presidenta Dilma Rousseff na tarde de ontem (29), quer que o procurador-geral da República Roberto Gurgel “tome as providências cabíveis” em relação às acusações de que ela se valeu do cargo que ocupa para fazer campanha antecipada. Segundo o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), responsável por entregar o documento na Procuradoria Geral, a presidenta usou alguns recursos para se promover durante o pronunciamento que fez na quarta (23), para anunciar os cortes na conta de luz. “Ela usou uma estrutura, a estrutura do governo foi usada para fazer campanha e isso não é bom”, afirma. O parlamentar acredita que Dilma errou ao fazer algumas alterações em recursos visuais no pronunciamento, como a troca de fontes na grafia de seu nome, o uso da cor vermelha na roupa e principalmente a troca do brasão da República pela logomarca do governo. “Ela errou em muitos pontos, a começar pelo conteúdo desse pronunciamento, falar da conta de luz? Me pergunto se vai fazer pronunciamento oficial para explicar o aumento do preço da gasolina, por exemplo”, questiona. O PSDB pede que Dilma seja acusada por improbidade administrativa e uso da máquina pública, pois considera que “o proceder do governo afrontou os princípios que devem nortear a gestão pública”.

No Banner to display

Comentários