seu conteúdo no nosso portal

Nossas redes sociais

Diretor financeiro da Parmalat depõe na Justiça

O juiz da 42ª Vara Cível de São Paulo, Carlos Henrique Abrão, tomou hoje o depoimento do diretor financeiro da Parmalat Brasil, Andréa Ventura. O depoimento aconteceu a portas fechadas.

O juiz da 42ª Vara Cível de São Paulo, Carlos Henrique Abrão, tomou hoje o depoimento do diretor financeiro da Parmalat Brasil, Andréa Ventura. O depoimento aconteceu a portas fechadas.

Como o processo contra a empresa está sob sigilo, o juiz não pode mais se pronunciar sobre o caso.

No entanto, a Folha Online apurou que o juiz requisitou a audiência com Ventura para esclarecer uma possível acusação de sonegação fiscal ocorrida em 1994, de R$ 8 milhões.

A acusação teria sido feita por um ex-funcionário da Parmalat.

Ventura –que faz a ligação entre a Parmalat Brasil e a holding italiana– teria negado qualquer relação com o fato, já que chegou ao Brasil em 1999, ou seja, antes da possível sonegação.

A Justiça cogita agora requisitar o depoimento de Gianni Grisendi, ex-presidente da Parmalat Brasil. Ele presidiu a empresa por 10 dez anos e saiu da empresa em março de 2000.

Compartihe

OUTRAS NOTÍCIAS

Médico que acumulava cinco cargos públicos é condenado por improbidade administrativa
Aposentada será indenizada em dano moral por cobrança de seguro não contratado
Distrito Federal é condenado a indenizar aluno ferido em escola pública