Notícias Gerais

- Atualizado em

Conheça o programa Procel do governo para o uso eficiente da energia elétrica

No último ano, os brasileiros vivem o aumento generalizado do custo de vida. Seja na hora de ir ao mercado fazer as compras do mês, no dia da feira ou no momento de pagar as contas, a sensação é de que dá para fazer cada vez menos coisas com a mesma quantidade de dinheiro.

E a sensação é verdadeira. Dados da Confederação Nacional da Indústria apontam que em 2021 deve haver um aumento total de 127,5% no custo da bandeira tarifária da eletricidade, o que deve causar um aumento de 16,8% no valor da conta de luz das famílias em relação ao valor inicial da bandeira vermelha patamar 2. 

Além da maneira como se usa a eletricidade diariamente, eletrodomésticos em bom estado, como um fogão de qualidade, são essenciais para ter um uso eficiente de eletricidade no ambiente doméstico.

Se o uso eficiente da energia elétrica já era uma preocupação há algumas décadas, o fato é que essa eficiência vem assumindo uma relevância crescente, o que motivou o poder público a estabelecer programas para conseguir isso. Você conhece o programa Procel? Confira mais sobre ele a seguir.

O que é

O Procel é o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, elaborado em 1985 para combater o desperdício de eletricidade e definir as boas práticas de uso. Essa iniciativa é executada pela Eletrobras e coordenada pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

Na prática, as determinações do Procel contribuem para aumentar a eficiência dos bens e serviços e para disseminar hábitos que permitam essa eficiência, o que é importante para a população e para o meio ambiente.

Atuação

O Procel atua em diferentes áreas que envolvem o uso eficiente da eletricidade. Uma delas é a partir do Selo Procel, que identifica aparelhos e eletrodomésticos mais eficientes neste uso.

Esse selo é uma tentativa de induzir o desenvolvimento tecnológico dos produtos disponíveis no mercado nacional e motivar os consumidores a considerarem a eficiência energética de um equipamento antes de comprá-lo.

O Procel também atua sobre as edificações (públicas, comerciais e residenciais). Sendo grandes consumidores de eletricidade, essas construções precisam ser orientadas e fiscalizadas para não desperdiçar o recurso. O Procel  disponibiliza recomendações especializadas e simuladores para que diferentes tipos de edificação verifiquem se seu uso energético está eficiente.

O Procel também atua no poder público, fornecendo ferramentas, treinamento especializado e auxílio no planejamento e na implantação de projetos que reduzem o consumo de eletricidade em municípios. Vale ressaltar, sobre o poder público, que o Procel também determina recomendações para um uso eficiente de água no setor de saneamento básico.

A indústria e o comércio envolvem processos produtivos complexos que consomem muita água e eletricidade. Por isso, o Procel também tem ações para esses setores econômicos, disponibilizando manuais, treinamentos e ferramentas computacionais para otimizar os sistemas produtivos dessas duas áreas, reduzindo desperdícios de eletricidade.

Outro setor estratégico é a iluminação pública. Por isso, o Procel apoia prefeituras durante o processo de planejamento e implantação de projetos para melhorar a iluminação pública e os semáforos e para substituir equipamentos por outros mais eficientes.

De forma geral, o Procel é uma iniciativa fundamental para elaborar e disseminar informação qualificada sobre eficiência energética. A partir de ações educacionais e de comunicação, este programa é fundamental para ajudar a conscientizar toda a população, de consumidores a empresários, pesquisadores e investidores, sobre a importância de otimizar o uso da eletricidade.

Somente entre 1986 e 2017, o programa gerou uma economia total de energia em torno de 128,6 bilhões de kWh. 

Fonte: Barbara Guides

 PMJP - Portal Correio Forense - Novembro 2021 - PI 58833

Comentários