No Banner to display

- Atualizado em

Dilma critica atos de violência e vandalismo nas manifestações

 

A presidenta Dilma Rousseff criticou nesta sexta-feira (1º) os atos de vandalismo nas manifestações populares. Ontem (31), ela fez um acordo com os governos do Rio e de São Paulo que cria um grupo para conter a violência em protestos. “Nós no governo federal somos a favor de manifestações pacíficas, achamos que são fundamentais, expressam o fato de termos evoluído democraticamente no país”, disse, em entrevista a rádios de Salvador, onde pretende inaugurar obras de mobilidade urbana.
Ela declarou ainda que os brasileiros devem “repudiar integralmente o uso da violência”. Em referencia clara ao grupo de vândalos Black Bloc, Dilma disse que a violência se dá “tampando a face das pessoas”. “Destrói patrimônio público e privado, provoca ferimentos, machucam e mostram não a civilidade da democracia, mas a barbárie”, afirmou.
A presidenta anunciou que o acordo feito com Rio e São Paulo para conter a violência e o vandalismo nas manifestações também será firmado com outros estados. “Pretendo fazer com todos os estados”, informou. “Essa reunião [de ontem] foi basicamente para definir ações cooredenadas entre as políciais, definir métodos e formas de atuação”, explicou.

No Banner to display

Comentários