seu conteúdo no nosso portal

Nossas redes sociais

STJ: contratação temporária não pode ser feita para suprir cargo efetivo

A contratação temporária não pode ser feita para preencher um cargo efetivo. Seguindo esse entendimento a 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça reformou acórdão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e garantiu a nomeação de uma aprovada em concurso público para o cargo de apoio administrativo — nutrição, no município de Barra do Bugres (MT).… Continuar lendo STJ: contratação temporária não pode ser feita para suprir cargo efetivo