seu conteúdo no nosso portal

Nossas redes sociais

Acusado de matar ex-companheira a facadas é condenado

Em julgamento realizado nesta segunda-feira (16), pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o réu E.J.B.F., acusado de matar a ex-companheira a facadas, foi condenado à pena de 20 anos de prisão em regime fechado. O réu foi pronunciado no artigo 121, § 2º, incisos II, III e IV do Código Penal .

Consta na denúncia que no dia 21 de agosto de 2012, em uma chácara localizada na estrada SE 4, lote 6, na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, E.J.B.F. matou sua ex-companheira Zilca Fernandes Marques dos Santos com vários golpes de faca, após um desentendimento conjugal.

Assim, o acusado teria cometido o crime motivo fútil, em razão de um insignificante briga conjugal. O réu também usou de meio cruel, visto que golpeou o corpo de Zilca com facadas, causando-lhe intenso sofrimento físico desnecessário.

O Conselho de Sentença, por maioria dos votos declarados, condenou E.J.B.F. pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Assim, o juiz titular da vara, Aluízio Pereira dos Santos, fixou em definitivo a pena de 20 anos de reclusão, em regime fechado.

Processo nº 0053142-86.2012.8.12.0001

Compartihe

OUTRAS NOTÍCIAS

Averbação em matrícula de bem impenhorável não se confunde com a efetiva penhora
Sócios que não provam solvência de empresa executada respondem pela dívida com bens próprios
TJ/SE concede afastamento a juíza para jogar torneio de beach tennis